top of page
  • Ong Aquasis

A Agenda Ambiental de 2023 começa o ano repleta de atividades

A Aquasis abre sua agenda ambiental de 2023 com a expansão em sua área de abrangência de pesquisa e conservação e na promoção de parcerias importantes na formação de guias locais para o ecoturismo sustentável.



Após uma longa jornada, cobrindo o litoral do estado do Ceará e parte Rio Grande do Norte, a Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos - Aquasis, através do Projeto Aves Migratórias do Nordeste (PAMN), começa estender suas atividades para além do litoral semiárido nordestino a fim de uma maior abrangência nacional. Com o novo momento ambiental do país, o Programa Aves Migratórias (PAM) da Aquasis lançará em 2023 mais ações de impacto positivo em toda a margem equatorial do Brasil: composta pelas bacias Potiguar, Ceará, Barreirinhas, Pará-Maranhão e Foz do Amazonas.

Ao longo dos anos de 2020 a 2022, a equipe da ONG especializada em aves costeiras migratórias e residentes realizou um estudo por cerca de 803 quilômetros de litoral, monitorando áreas prioritárias para conservação dessas espécies e que vêm sendo degradadas pela falta de uma boa gestão ambiental. O Projeto Aves Migratórias do Nordeste (PAMN) realizado com o patrocínio da Petrobras, através do Programa Petrobras Socioambiental, tem como objetivo principal gerar estudos científicos que possam contribuir para conservação da costa semiárida por meio de proposições para políticas públicas e educação ambiental e proteger várias espécies ameaçadas de extinção, algumas delas, figurando na Lista Vermelha Nacional, dentre elas o maçarico-de-papo-vermelho, o maçarico-rasteirinho, o maçarico-de-costas-brancas, o maçarico-de-bico-torto, batuíra-bicuda, trinta-réis-róseo, trinta-réis-de-bando e trinta-réis-real.



Não obstante, também com foco na Década dos Oceanos promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU), a Aquasis em parceria com a Fundação Grupo o Boticário, através do projeto Conhecer para Conservar, e Conservation Leadership Programme (CLP) promoverá uma Formação de Guias para Observação de Aves com o intuito de qualificar atores locais em um dos nichos que mais crescem no turismo sustentável de base comunitária: o turismo de observação e experiência. O curso, ministrado pela bióloga e coordenadora do projeto Aves de Noronha, Cecília Licarião, acontecerá entre os dias 17, 18 e 19 de janeiro, em Icapuí.




30 visualizações0 comentário
bottom of page